sábado, 16 de junho de 2018

Desintoxique sua mente...



Por pouco não entrei na onda do envenenamento emocional... 
Estava seguindo um fluxo de emoções negativas, dando ouvidos, concordando e me intoxicando com palavras e sentimentos de algumas pessoas rancorosas, desrespeitosas com outros seres humanos, que provavelmente falavam sem perceber que isso é reflexo de suas próprias mágoas presas, ou egoísmo de achar que a sociedade deveria seguir, viver e olhar somente através de sua ótica.
Percebi a tempo de frear esse impulso e busquei me refugiar, silenciar minha mente para compreender que estava começando a desviar daquilo que propus para minha existência na terra: a construção de um mundo isento de guerras, especialmente a interna, que nos tira a paz de espírito e que obviamente reflete em nossas ações diárias. 
Maldade bloqueia energia. 
As energias bloqueadas geram uma sucessão de entraves em nosso cotidiano.
Escuto novamente meu eu superior e promovo automaticamente uma desativação desse estado vicioso. 
O silêncio mental, a natureza, a limpeza de nosso espaço exterior e interior, são alguns dos ingredientes para retornamos ao caminho mais correto, embora íngreme, para se chegar à virtude de viver em um estado mais pleno de consciência, consequentemente mais feliz.



Abraço
Carla Camuso


sábado, 26 de maio de 2018

Mude o mundo

Hoje a inspiração veio do grande mestre e guru indiano Krishnamurti. 
Tive a oportunidade de ler seus ensinamentos na adolescência, por curiosidade, por vontade de conhecer ideias que ultrapassassem as que eram impostas por todos que me rodeavam.
Agora, com a consciência mais ampliada e livre de pressões dogmáticas, percebo que andei seguindo exatamente a trilha constituída  pelas sementes que foram deixadas por ele para que eu encontrasse o caminho da paz. 
Segue um fragmento do livro Considerações sobre a Arte de Viver, uma antologia de Krishnamurti:

Para podermos transformar o mundo temos de começar por nós próprios, mas o que é importante nesse começo por nós próprios é a intenção. 
Essa intenção deve ser dirigida para a compreensão de nós mesmos, sem esperar que sejam os outros a transformar-se a si mesmos nem deixar que produzam uma mudança modificada através da revolução, seja da esquerda ou da direita. 
É importante que compreendamos que isso é da nossa responsabilidade - da vossa e da minha - pois conquanto possa ser pequeno o mundo em que vivemos, se nos transformarmos e produzirmos uma perspectiva radicalmente diferente na nossa existência diária, então talvez possamos afetar o mundo em geral, e o relacionamento alargado com os outros.

Quis deixar aqui registrado porque tenho vivenciado fortemente a transformação do meu mundo, ou melhor, das pessoas que me rodeiam e constatei que elas continuam a ser exatamente quem elas são. O meu olhar é que está diferente. 

Tudo ficou mais pacífico
Tudo ficou mais tranquilo
Tudo ficou mais belo.

Agora sou só gratidão.
🙏
Abraço
Carla Camuso


terça-feira, 15 de maio de 2018

Viva bem... pois



Melhor então é aprendermos a aproveitar cada minuto com toda a sua intensidade. É aprendermos a ouvir a nossa voz interior, o clamor de nossa alma, e deixarmos para trás todas as crenças impostas pelo meio em que vivemos, que sabotam a nossa felicidade. Por que o tempo vai ficando cada vez mais escasso e não temos a possibilidade de retorno.
Assim, quando estivermos perto da morte, que é a única certeza da vida, não nos arrependeremos do que fizemos de bom para nós. Nos arrependeremos daquilo que deixamos de fazer porque alguém disse que não era certo o que nos parecia bom.




Carla Camuso

domingo, 4 de março de 2018

Simplifique-se



O pintor alemão Hans Hoffman escreveu essa frase para justificar o desenvolvimento de um estilo simples e quase abstrato de pintar. Mas como a Arte traz efetivamente total relação com a vida, a afirmação é bem útil para ser contextualizada com o mundo em que vivemos.

Complicar é fácil... fazer o contrário é mais difícil porque nos apegamos a tudo. Objetos, roupas, palavras, comida, animais de estimação, decoração, pessoas complicadas... 
Parece que a graça em ser "humano" é criar estruturas complexas em nome de uma futura felicidade, provando que possuímos raciocínio lógico e por isso somos melhores que todos os outros seres vivos. Criamos emoções exageradas em situações neutras, projetamos medo, tristeza, traumas, angustias e com um sentimento atrás do outro vamos complicando cada vez mais nossa vida pois tudo isso é somatizado e se transforma em doença.
Daí vem a maturidade e a descoberta de que não há maior felicidade do que absorver somente o suficiente para conquistar  tranquilidade e paz na alma de forma consciente.
Ninguém melhor do que nós mesmos para identificarmos o que é supérfluo em nossa vida, eliminá-lo paulatinamente e finalmente dar voz ao necessário para nossa curta sobrevivência na terra.



Abraço
Carla Camuso🌳





terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Se é para viver, que seja BEM


Quando chegamos a uma determinada idade (em geral depois dos 40) nos pegamos constantemente pensando sobre o envelhecimento. Existe a fase da revolta com o espelho, a fase da desesperança porque estamos perdendo a vitalidade, a fase de se adaptar e se acostumar com os fatores biológicos  e finalmente a compreensão de que podemos atravessar esses obstáculos com sabedoria e disposição para se manter de bem com a vida. E acabamos entendendo que essa poderá ser a melhor fase da vida.
Entretanto, é preciso definir o que é ter um bom estilo de vida, que possa minimizar as perdas  inevitáveis e nos mantermos saudáveis. Baseada na pesquisa e na experiência, constato que algumas mudanças são essenciais: 
  1. Melhorar alimentação, eliminar o que é desnecessário para o corpo. Buscar alimentos mais naturais e consequentemente mais saudáveis. Não comer quando não tiver vontade, não tomar líquido durante a refeição, mastigar bem, diminuir açúcar e sal, entre outros famosos conselhos nutricionais...
  2. Fugir de ambientes com poluição sonora e principalmente poluição do ar.
  3. Eliminar os vícios, cigarro, bebida ou qualquer outra coisa que comprovadamente prejudique o seu corpo... e até mesmo convívio social.
  4. Se exercitar sempre, ou pelo menos três vezes por semana, para manter o corpo em forma, caminhadas diárias são excelentes também.
  5. Evitar conversas desagradáveis, não alimentar fofocas ou notícias trágicas... isso vale também para a escolha do que vai assistir na TV ou internet.
  6. Ter umas plantinhas, flores, peixinho, gatinho ou qualquer pet para cuidar diariamente.
  7. Algumas leituras, cinema, teatro, exposições, musica... enfim, apreciar as diversas artes, que funcionam como uma espécie de decoração da vida. 
Esses são só alguns aspectos básicos, mas fundamentais... se você tiver outros, pode complementar.

"O importante é acrescentar mais vida aos anos e não mais anos à vida" 
 (Provérbio chinês)

Abraços
Carla Camuso🌻



terça-feira, 12 de dezembro de 2017

AMOR

 

Aquele sentimento que te faz desejar que nada de mal aconteça para outro ser... Isso é amor.
É respeito, é gratidão, é admiração... compreensão, enfim... a síntese dos sentimentos positivos que são desenvolvidos em qualquer tipo de relação. E pronto. Então, ao menor sinal de amor, retribua. O universo agradece te devolvendo em dobro.
É a partir da ação de cada um que o mundo se torna mais belo.


Abraço forte
Carla Camuso 



sábado, 7 de outubro de 2017

Equilíbrio



Mais uma de Mario Sérgio Cortella que me fez lembrar o quanto precisamos refletir sobre nossas ações... ou ausência delas, diariamente.

Em síntese, o equilíbrio é exatamente a forma de agir sem exageros. 

Bem óbvio! Mas mesmo que eu saiba disso, as vezes me pego descansando excessivamente (pra não chamar de preguiça) ou trabalhando excessivamente, porque devo entregar algo que deixei de fazer por ter descansado demais. Caso simples de desequilíbrio.
E poderíamos elencar aqui tantos e tantos exemplos em nosso dia a dia como comer demais ou ficar muito tempo sem comer... tudo demais sempre gera um resultado negativo, a não ser que você faça isso uma vez ou outra, sabendo como contornar a situação e sabendo voltar ao seu estágio de regularidade, que é exatamente o ponto que Cortella aborda: não se perder nos extremos.

Isso me fez lembrar também um poeminha de Ricardo Reis (heterônimo de Fernando Pessoa) que aprendi há "muuuuuuito" tempo atrás, quando cursei ensino médio e funcionou como uma espécie de voz da consciência controlando minha ações. Ei-lo:


Para ser grande, sê inteiro:
Nada teu exagera ou exclui,
Sê todo em cada coisa.
Põe quanto és no mínimo que fazes.
Assim em cada lago, a lua toda brilha.
Porque alta vive.

Ricardo Reis


Recoloquei-o novamente em minha memória 😀



Abraço
Carla Camuso 🌼


sexta-feira, 22 de setembro de 2017

PRIMAVERA


Festejar a vida,
Festejar as flores com todas as suas cores
Festejar os amores, mesmo com algumas dores
Festejar o universo, 
com sua imensidão e generosidade
 que nos oferece o sol todos os dias
para aquecer nosso corpo e alma...
 Festejar simplesmente essa natureza maravilhosa que abraça quem está disposto
a receber suas energias.



    Feliz primavera!!
 🌺🌼🌹🌻 
Carla Camuso 



quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Poetizando




Entre a raiz e a flor: o tempo e o espaço,

e qualquer coisa além: 

a cor dos frutos, a seiva estuante, 
as folhas imprecisas
e o ramo verde como um ser colaço.


Com o sol a pino há um súbito cansaço,

e o caule tomba sobre o solo de aço;

sobem formigas pelas hastes lisas,
descem insetos para o solo enxuto.


Então é necessário que as borrascas

venham cedo livrá-la da cobiça

que sobe e desce pelas suas cascas;

que entre raiz e flor há um breve traço:

o silêncio do lenho, ― quieta liça

entre a raiz e a flor, o tempo e o espaço.


Jorge de Lima 
Poesia completa, org. Alexei Bueno.
RJ: Nova Fronteira, 2008, p.474





terça-feira, 12 de setembro de 2017

Boas energias


Tenho me interessado cada vez mais por temas relacionados ao poder da mente. Melhor dizendo, à nossa capacidade de transformar a realidade por meio dos pensamentos. São inúmeras teorias que tratam sobre o assunto que vão ganhando nomes diferentes e navegam entre o misticismo e a ciência.
Psicocibernética, segredos da mente, poder do pensamento, reprogramação cerebral, lei da atração. O menu é extenso. Na ciência, o que se aproxima desses conceitos é a física quântica. Esse ramo da física estuda fenômenos que acontecem com as partículas menores que o átomo. E é aqui que entra a energia, as vibrações. (Para saber mais: O que é física quântica ??)

Uma das autoras que discutem a importância da limpeza energética, Christie Sheldon, diz que cada emoção humana equivale a uma determinada frequência vibratória e cada emoção tem seu próprio campo magnético.

Assim, emoções negativas e pesadas como medo ou raiva vibram em frequências muito baixas, enfraquecendo nossa energia e isso afeta as pessoas que estão em nossa volta. E não é difícil perceber isso. Basta prestar atenção na reação de nosso corpo. Ficamos sonolentos, mau humorados, as coisas começam a dar errado quando estamos submersos nessas vibrações. 


Enquanto emoções como amor, alegria ou paz vibram em frequências altas e leves. Com efeito, o campo magnético da energia afeta de forma positiva tanto a nossa saúde e bem estar como o ambiente em que estamos e as pessoas que estão ao nosso redor.

Pense nisso e eleve as suas frequências de energia para o nível do amor...

Saudações positivas !!!
Carla Camuso🌺






Christie Sheldon - http://www.loveorabove.com/
Física Quântica - https://www.significados.com.br/fisica-quantica/


quinta-feira, 29 de junho de 2017


"Pense sem vaidade. Pense sem querer se achar legal, mas não precisa ser mal.
Experimente pensar que talvez o mundo esteja além de qualquer fórmula que a gente invente pra ele. Experimente pensar que talvez o mundo seja intratável diante de qualquer teoria que tente organizar ele plenamente" 

Fragmento de palestra proferida por Luiz Felipe Pondé 

domingo, 26 de março de 2017



Isso é o que realmente podemos chamar de felicidade... O passado deixou de ser nossa realidade e o futuro ainda não chegou, então tudo é definitivamente o presente. E se a gente se concentra em valorizar as pequenas frações do momento em que estamos vivendo, focaremos naquilo que é essencial para nós: a nossa vida. Vivenciar com alegria o que temos agora e agradecer por tudo, tudo mesmo, é a melhor maneira de abrir os caminhos para maiores possibilidades. 


Abraços fraternais



domingo, 5 de março de 2017

Falta de tempo é só uma desculpa...


Mais pura realidade... 
Tempo? Tenho sim e sei que tenho.
Planos? Muitos e a maioria deles coisas simples, possíveis de serem feitas.
Mas decido que estou muito cansada, que o dia foi cheio, que tenho tantas coisas para fazer que quando sobrar um tempinho executo. 
De repente, esse tempinho sobra. E o que faço?
Qualquer coisa, menos aquilo que havia planejado para quando tivesse tempo.
É assim frequentemente... Chamam isso de procrastinação.
Procrastinar é adiar, deixar para depois, ou melhor, para o último caso, último momento ou quando realmente não tem jeito e temos que fazer.
Isso traz um sentimento de culpa, de perda de tempo e gera um incômodo, uma leve depressão que muitas vezes nem sabemos porque estamos nos sentindo assim. 
Pois então...
Será que é possível reverter essa situação? Ter consciência disso já é um primeiro grande passo.
É só lembrar: 
"Se falta de tempo não fosse só uma desculpa, o desocupados seriam pessoas de sucesso..." 
Me perdoem a falta de referência do autor da frase. Na realidade ouvi isso em algum lugar, anotei em um papel rapidamente porque achei pertinente e o recado caia muito bem para mim, mas não recordo onde ou quando.
Só não queria deixar escapar a ideia.

Até
😘
Carla Camuso